Falso especialista engana jovens com financiamento estudantil

Um site especializado em ensino superior afirmou ter descoberto que uma empresa de financiamento estudantil criou um falso especialista no tema com a intenção de vender seus próprios produtos financeiros.

De acordo com o site americano “The Chronicle of Higher Education”, o especialista chamado Drew Cloud nunca existiu. O nome Drew Cloud aparecia na assinatura dos principais textos de um portal (“The Student Loan Report”) criado em 2016 para abordar os financiamentos. Segundo a denúncia, esse portal pertence aos mesmos donos da “LendEdu.com”, uma empresa de financiamento estudantil.

Em nove dos textos assinados por Drew Cloud ele indica produtos financeiros da “Lendu.com”. Cloud foi citado por diversos jornais estrangeiros como uma fonte de informações sobre financiamento estudantil. Jornais famosos como “The Washington Post” e “The Boston Globe” entrevistaram Cloud em reportagens sobre o tema. A denúncia de que o especialista não existia surgiu no fim de abril no “The Chronicle of Higher Education”.

Os sites da imprensa americana que haviam entrevistado Drew Cloud editaram as reportagens nas quais ele foi citado e removeram seu nome e suas explicações.

Após a denúncia, o fundador do site The Student Loan Report e da companhia de financiamento, Nate Matherson, divulgou um comunicado pedindo desculpas pela “omissão”.

No texto em que admite a fraude, Nate Matherson relata que precisava de um representante da empresa para reunir todas as experiências e perspectivas dos fundadores. A equipe criou, então, um personagem fictício que tinha até aparência definida, com foto divulgada publicamente, e que dava entrevistas a veículos de comunicação.

Matherson diz se arrepender de não ter revelado que Drew era um nome fictício. “Lamentamos muito isso. Já fizemos uma mudança no site, imediata, para colocar os nomes reais de cada autor dos posts”, informou em nota.

O dono do site e da empresa afirma também que tentou manter separados os interesses do site de notícias (The Student Loan Report) e do negócio de empréstimos estudantis (LendEDU.com). “Nós agora percebemos que deveríamos ter deixado claro que éramos a mesma companhia”, escreve.

Fonte: portal de notícias G1